Menu

[Resenha] Como Eu Era Antes de Você — Jojo Moyes

Originalmente publicado em janeiro de 2012, Como Eu Era Antes de Você é o mais recente romance da londrina Jojo Moyes. Jornalista e escritora em tempo integral desde 2001, Jojo é também a autora de A Última Carta de Amor, publicado no Brasil pela Intrínseca em 2012.

Lou Clark, 26 anos, é uma mulher recentemente desempregada, sem ambições, principal provedora do lar — o que significa cuidar dos pais, um avô doente e uma irmã mãe solteira — e acomodada no longo e morno relacionamento com Patrick, um triatleta mais interessado em quaisquer atividades esportivas do que nela. Apenas quando a necessidade por um novo emprego fala mais alto e Lou começa a trabalhar como cuidadora de um tetraplégico é que sua vida dá uma guinada.

 

Will Traynor costumava ser apaixonado pela vida. Agora preso a uma cadeira de rodas, dependo de outros para fazer praticamente tudo aos 35 anos de idade, não lhe restam forças ou vontade para continuar neste mundo. Dessa forma, Will sabe exatamente como pretende pôr fim à rotina com o novo estilo de vida que lhe fora imposto. Ele só não sabe, claro, que tanto a chegada quando a convivência com sua nova cuidadora mudarão a forma que ambos enxergam a vida.

 

— E sabe o quê? Ninguém quer ouvir você falar que está com medo, ou com dor, ou apavorado com a possibilidade de morrer por causa de alguma infecção aleatória e estúpida. Ninguém quer ouvir sobre como é saber que você nunca mais fará sexo, nunca mais comerá algo que você mesmo preparou, nunca vai segurar seu próprio filho nos braços. Ninguém quer saber que às vezes me sinto tão claustrofóbico estando nesta cadeira que tenho vontade de gritar feito louco só de pensar em passar mais um dia assim.

 

Esteja ciente de que essa é uma história linda, pincelada com toques profundos de realidade e, sim, tristeza também. Saiba que esse livro não é para aqueles que não gostam de se emocionar, e menos ainda para os chegados num típico conto de fadas. Essa é muito mais que uma história de amor.
Moyes tem uma das coisas que mais admiro num autor: o dom de emocionar. Porém, lá nas primeiras páginas, antes mesmo de surgir a chance de eu perceber isso, eis que eu já estava envolvida pela narrativa bem-humorada da Lou. É tão fácil ser cativado por ela que a sensação é a de estar flutuando entre as palavras ao invés de lendo-as. Parando para pensar no que tal sensação fez comigo, posso afirmar que as mais de 300 páginas parecem pouco mais de 50.

Contei a história de duas pessoas. Duas pessoas que não deviam se encontrar e que não gostaram muito um do outro quando se conheceram, mas que descobriram que eram as duas únicas pessoas no mundo que podiam se entender. Contei as aventuras que tiveram, os lugares onde foram e as coisas vistas que nunca esperaram ver. Conjurei para ele céus cheios de raios, mares iridescentes e noites repletas de risos e piadas bobas. […] Mostrei o mundo que ele tinha criado para mim, cheio de encantos e oportunidades.

 

Personagens que aprendem, quebram a cara, amadurecem e ainda assim não pardem seu ar de humanidade são uma importante chave para o sucesso. Se Como Eu Era Antes de Você a tem? Sim! E essas mesmas qualidades que atribuo aos protagonistas posso atribuir aos personagens secundários. Moyes torna-os todos humanos através das emoções que lhes confere, e demonstra isso utilizando alguns (ainda que poucos) capítulos narrados sob diferentes pontos de vista.

 

É bem verdade que não há nada de incrivelmente inovador no enredo, mas sabe o quê? A questão não é essa. O que importa aqui é a forma como todo o tema foi tratado. Não é qualquer obra que aborda tão bem a complexidade e imprevisibilidade da vida. Não é em qualquer lugar que vemos uma lição tão bela de amizade, família, auto-conhecimento.
Como Eu Era Antes de Você é um livro que você termina mas não supera imediatamente. Você fecha, olha o título, a capa e então vê ainda mais nitidamente toda a mensagem. Portanto, abra sua mente e seu coração. Essa é a sua hora de começar correr atrás dos lencinhos dos quais com certeza precisará para secar as que estão por vir lágrimas.

Título original: Me Before You
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 320
ISBN: 9788580573299

24 Comments

  • Fabrica dos Convites
    14 de maio de 2013 at 10:58

    O título já promete mesmo momentos de lágrimas…
    Bj,Rose.

    Reply
  • Tay
    15 de maio de 2013 at 05:39

    Quero muito ler esse livro!

    Beijos.

    Reply
  • Insane max
    16 de maio de 2013 at 03:04

    Já me encantou pela capa <3

    Reply
  • Verena Oliveira
    16 de maio de 2013 at 03:23

    Capa linda, sinopse interessante e o título já faz a gente querer ler. Só falta eu poder ler de fato.

    Reply
  • Cris Aragão
    16 de maio de 2013 at 03:25

    Eu li a última carta de amor a amei de, parece que esse novo livro segue a mesma trilha, direto para o coração dos leitores. Concordo plenamente com você não importa que a história não seja a mais original o mais importante é a maneira como ela é escrita, eu sempre digo isso. De que vale uma trama super original, uma ideia genial em um livro mal escrito? Jojo Moyes é uma escritora sensacional, quero ler esse livro com certeza.

    Reply
  • ѕтєяρнαиιє
    16 de maio de 2013 at 04:33

    Lindo esse livro !! Deve ser ótimo e sua resenha me fez ficar mais apaixonada por esse livro, quer ler ele logo ..

    Reply
  • cristiane
    16 de maio de 2013 at 16:43

    Não consegui nem ler o outro livro dela ainda e já quero esse! Que fofa essa história, é bem legal. Gostei mesmo dele e parece ser mesmo desses que você não consegue esquecer de tão bom. Doida pra ler!

    Reply
  • Bianca Remohi
    16 de maio de 2013 at 19:48

    Ta aí um livro que eu vou chorar horrores do começo ao fim!!
    Acho bacana pessoas que cuida de idosos, minha mãe sempre diz que se pudesse cuidaria tb hahaha
    Esses livros com toque de realidade nos deixam MUITO mexidos ao final da leitura, fica aquele gostinho de "será que o que eu faço na minha vida é o que devo fazer?", sem contar que sempre paramos depois de alguns capitulos, recapitulando, e refletindo sobre o que lemos… muito boa a resenha Kimberlly *__*

    Beijão!!

    Reply
  • Karen Uehara
    17 de maio de 2013 at 03:33

    Li o livro em 03 dias e adorei. A historia é muito intrigante. Não dá vontade de parar de ler! Achei incrível a forma como a autora narrou a história, como conseguiu dar vida a cada personagem e, principalmente, conseguiu manifestar no leitor, pelo menos em mim (rsrs), inúmeros sentimentos: risadas, raiva, tristeza. Além disso, faz você se colocar no lugar dos personagens.
    Super recomendo!

    Reply
  • Karen Uehara
    17 de maio de 2013 at 03:34

    *instigante (maldito teclado do celular, rsrs)

    Reply
  • Maria Neves
    18 de maio de 2013 at 18:37

    A capa é absolutamente perfeita. Vi ele em uma livraria aqui perto e fiquei dias namorando, e quando finalmente fui comprar eles tinham vendido o último exemplar. Fiquei ainda com mais vontade de ler agora, amei sua resenha!
    Beijos

    Reply
  • Isadora Paravisi
    19 de maio de 2013 at 22:46

    Adorei a capa é muito linda ,a primeira vez que vi esse livro fiquei com vontade de ler,amei sua resenha, me deixou com mais vontade ainda
    de ler.

    Reply
  • Nessa
    20 de maio de 2013 at 16:09

    Achei linda a história desse livro! Deve ser extremamente emocionante!
    A principio eu pensei que se tratasse de um romance, mas me surpreendi agora lendo sua resenha!
    Adorei a história, espero ler em breve!
    Bejos!

    Reply
  • Thaynara ribeiro
    21 de maio de 2013 at 11:39

    Gostei muito da resenha!!!
    Lou parece ter muitas responsabilidades e merece ser feliz.
    Não é o tipo de livro q geralmente leio, mas realmente gostei da história!!!

    Reply
  • Rafaela.
    21 de maio de 2013 at 17:53

    Que lindo, Kim! Impossível não ficar com vontade de comprá-lo depois de ler esta resenha encantadora.
    Estou morrendo de saudade de ler livros deste tipo, o último que li foi Reparação e amei.

    Beijocas, querida.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    Reply
  • Cristiane de oliveira
    21 de maio de 2013 at 19:47

    Nossa esse é meu tipo de história, amo chorar com a as narrativas elas me fazem pensar sobre a vida e me faz ficar no lugar dos personagens.
    Gostei muito dos outros dois livros dela que li são ótimos, pronta pra esse.

    Reply
  • Anônimo
    22 de maio de 2013 at 10:49

    Livro maravilhoso…chorei muito

    Reply
  • Ivi Campos
    23 de maio de 2013 at 11:49

    São muitas pessoas elogiando este livro. tenho que ler e saber se ele vai me tocar da maneira como tem tocado outros leitores!!!

    Reply
  • Manu Hitz
    24 de maio de 2013 at 11:13

    Ai, que delícia de resenha! Vc traduziu exatamente o que sinto quando pego um livro desses pra ler… me envolvo, me apaixono pelas personagens! E busco mesmo isso numa leitura: realidade, humanidade, pessoas possíveis, dramas reais. Gosto de dar pausas para refletir, entender o que a leitura me faz sentir…
    Quero me apaixonar por mais esse presente de Jojo aos seus leitores.

    Reply
  • Adriana
    25 de maio de 2013 at 16:59

    Fui lendo sua resenha e absorvendo as informações, eu amo livros que emocionam, que nos faz pensar, refletir e até amadurecer, esse parece ser um livro assim, bem próximo da realidade como voce disse, e isso é que me encanta nas historias, quando o autor consegue nos passar todo o sentimento e sofrimento das personagens! Estou encantada com tudo que leio sobre esse livro e preciso dele, urgente! Parabéns pela resenha, tão emocionante como o proprio livro parece ser! Bjão!

    Reply
  • Adriana Garcia
    26 de maio de 2013 at 16:29

    Quando terminei este livro, eu sentir que alguma coisa tinha mudado em mim, ele despertou um sentimento tão profundo e devastador, que só conseguir expressar através de muitas lagrimas.Eu sentir o meu coração ficar tão pequeno espremido no meu peito que só as lagrimas aliviava a dor que estava sentindo. Não consigo lembrar a ultima vez que eu chorei, infelizmente eu tenho muita dificuldade para chorar, mas esse livro…

    Reply
  • Adriana Garcia
    26 de maio de 2013 at 16:33

    Quando terminei este livro, eu sentir que alguma coisa tinha mudado em mim, ele despertou um sentimento tão profundo e devastador, que só conseguir expressar através de muitas lagrimas.Eu sentir o meu coração ficar tão pequeno espremido no meu peito que só as lagrimas aliviava a dor que estava sentindo. Não consigo lembrar a ultima vez que eu chorei, infelizmente eu tenho muita dificuldade para chorar, mas esse livro…

    Reply
  • Gladys Sena
    28 de maio de 2013 at 13:09

    Ah essa trama parece ser muito linda e emocionante.

    Reply
  • […] do Publishnews em uma única semana, além de fechar o ano com o recém-adaptado para os cinemas “Como eu era antes de você” em primeiríssimo […]

    Reply

Leave a Reply