fbpx
Menu

[Resenha] O Projeto Rosie — Graeme Simsion

O Projeto Rosie é o primeiro livro de Graeme Simsion, australiano que foi professor e consultor de tecnologia da informação antes de se dedicar unicamente à escrita. Já publicado em mais de 30 países, há até uma adaptação cinematográfica garantida pela Sony Pictures.
A poucos passos de virar quarentão, Don Tillman é um homem inteligente, em forma, financeiramente estável, com uma carreira de fazer inveja a muitos e nenhum histórico amoroso. É também socialmente inepto, extremamente racional e rigoroso com absolutamente todas as atividades de sua rotina, o que prejudica com a interação desejada com o sexo oposto. Apesar de tudo, Don chegou a uma fase de sua vida na qual, embora não haja lugar para imprevistos ou um jantar diferente daquele previamente programado para todos os dias, certamente há um espaço importante a vago: o de esposa.

O Projeto Esposa surge da necessidade por uma companheira. Don acredita que o questionário que cria a partir daí para filtrar as candidatas incompatíveis poderá levá-lo até a mulher perfeita, mas será que ela existe? Poderia alguma das descartadas pelo questionário ser a pessoa certa?

Um questionário! Uma solução tão óbvia. Um instrumento cientificamente válido, com propósito definido, que incorpora as melhores práticas atuais para filtrar as mulheres que são perda de tempo, as desorganizadas, as que discriminam sabores de sorvete, as que reclamam de abuso sexual visual, as esotéricas, as leitoras de horóscopo, as obcecadas por moda, as fanáticas religiosas, as veganas, as que gostam de assistir esportes, as criacionistas, as fumantes, as cientificamente analfabetas e as homeopatas, deixando, do ponto de vista ideal, apenas a parceira perfeita ou, do ponto de vista realista, uma lista mais administrável de candidatas.

Ai ai ai, Don! Apesar de ter respondido o questionário na fan page da editora antes mesmo de te conhecer — e ter sido carimbada como incompatível, seu desalmado! —, ainda aceito de bom grado um lugar na fila para esposa. Não sei se posso ter esperanças de encontrar outro personagem com uma falta de tato social tão graciosa, né. A coisa não está fácil para ninguém. Quero mais para continuar vivendo.

A graça de O Projeto Rosie está no malabarismo entre o melhor da autenticidade, do clichê e da excentricidade. Não, ele não será diferente de tudo o que já se fez por aí, mas garanto que deixará uma marquinha. Quero dizer, deixou comigo. Basta você estar de coração aberto e com um mínimo de bom humor para se abrir para as risadas às quais o livro irá te guiar.
É bonito ver como o universo do livro é real e ao mesmo tempo meio doidinho por causa da narração em primeira pessoa do Don. Os personagens secundários fazem a história crescer, acrescentam. Alguns possuem histórias de vida que afetam Don e a história tanto quanto Rosie, que chega para bagunçar, abalar estruturas. Quando paro para pensar, acho que não seria possível abrir mão de sequer um deles, pois no final todos se mostram necessários em algum ponto, independentemente de mais ou menos.
Pelo protagonista ser profundamente racional, o ponto de principal importância para se dar bem com a história é conseguir se sintonizar com a frequência dele. Daí para a frente, meu bem, só alegria. Você vai rir com as aventuras absurdas, sentir o desconforto de ser diferente, absorver o jeito único dele de encontrar os próprios sentimentos. É uma viagem e tanto, embora válida. Os caminhos, além de enfeitados pela ótima narrativa, foram claramente bem traçados pelo autor.
O Projeto Rosie não é sobre projeto algum, mas sim sobre um alguém capaz de me despertar empatia como poucos. Não é um livro de romance, mas sim um livro com romance. É sobre a questão da delicadeza das relações com o mundo e com as pessoas, incluindo o lado eu-comigo presente na vida de qualquer um. Não chega perto de ser água com açúcar nem foca em liçõezinhas de vida de revista de domingo (graças a Deus!). E o melhor é que ele está por aí, pronto para ser lido em pouquíssimo tempo sem para tanto deixar de oferecer conteúdo.
Título Original: The Rosie Project
Número de páginas: 320
Editora: Record

3 Comments

  • Rafaela.
    15 de agosto de 2013 at 01:29

    Ai, preciso de O Projeto Rosie para ontem! Sinto que irei amá-lo, cada página e diálogo, assim como o Don – que parece ser daqueles personagens que te conquistam facilmente.
    Basta dizer que você mais uma vez me deixou ainda mais empolgada, especialmente ao escrever que a história foge das lições baratas e que marcará o leitor.

    Beijocas, Kim.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    Reply
  • D e s s a
    19 de agosto de 2013 at 16:06

    Que linda sua resenha, achei tão profunda e dá para ver que você realmente se envolveu com o livro.
    Fazia um tempo que queria ler O projeto Rosie, agora então… Espero dar boas risadas quando pegar esse livro.
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    Reply
  • Poliana Araújo
    20 de agosto de 2013 at 15:15

    Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    Ai que fofo ,
    que bom que você gostou do livro ,
    também quero ler !!
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    Reply

Leave a Reply