Menu

[Resenha + Sorteio] Mar da Tranquilidade — Katja Millay

É difícil acreditar depois que se lê, mas “Mar da tranquilidade” é o livro e estreia de Katja Millay, que cresceu na Flórida e se graduou em Produção Para Cinema e TV na Tisch School of Art, de Nova York. Originalmente publicado em novembro 2012, o livro foi eleito um dos melhores títulos de ficção pelo School Libray Journal no ano de 2013.
Na história, Nastya é uma jovem marcada pela perda da própria identidade. De uma hora para outra, ela se vê privada daquilo que mais ama, perdendo seu “eu” e sua voz. O tempo passa, mas o esforço para esconder o segredo do passado continua. A verdade que só ela sabe é que agora só lhe restam dois objetivos: não permitir que as pessoas se aproximem e alcançar a vingança adiada durante os dois últimos anos.

Josh, o misterioso rapaz que parece ter um campo de força ao seu redor, já foi encontrado pela tragédia de tal forma que já não lhe resta mais família ou entes queridos. O campo de força repele todos ao redor. Naquela cidade, o nome Jhosh Bennett é sinônimo de morte. Como Nastya, ele não esperava que alguém surgisse em sua vida e se entrelaçasse a ela em todos os aspectos. Conforme a atração alcança níveis perigosos para a área de conforto de ambos, a mesmo pergunta continua no ar. Será que um dia ele conhecerá os segredos dessa garota? E será que um dia ele já a conheceu — ou conhecerá — de verdade?

Eu não me sinto desconfortável por observá-lo. Ele também me observa. Temos um acordo não declarado: eu o deixo me olhar; ele me deixa olhá-lo. Nunca chamamos atenção para isso. É um presente que damos um ao outro. Nada de condições, nada de expectativas, nada de ler nas entrelinhas. Somos como um mistério. De repente, se eu conseguir desvendá-lo e ele me desvendar, a gente possa se explicar para o outro. Talvez seja disso que eu esteja precisando. De alguém que me explique.

“Mar da tranquilidade” é emocionalmente pesado. É carregado, no melhor e no pior sentido da palavra. Quando as duas vertentes se juntam, porém, o resultado é um drama sincero, cru nas bordas e precioso no interior.

Com dois protagonistas-narradores com histórias e personalidades fortes, a representa belamente a elegância deselegante da adolescência com feeling  para manter distância do limite entre o bonito e o piegas. Ele transborda sim, mas sentimento, não melodrama. Tudo nele é gradual, passando pela descoberta do leitor de quem são os personagens, pela percepção desses personagens de quem eles são, como são e por que são, passando à construção de relacionamentos, até chegando ao ápice. E em todo o momento é visível o cuidado com a construção e evolução do enredo.

Katja escolheu abordar temas delicados num livro sobre jovens, para jovens. É admirável que já na estreia ela entregue com um trabalho expondo domínio do que e como dizer. Mesmo com o romance, com as descobertas de vida que duas pessoas de 17 anos ainda experimentarão, ela não ilude, não cria contos de fadas, não mede palavras ou expressões ou erros que dão verdade a sua criação, tornando o trabalho final visceralmente humano. Uma das coisas mais belas e tristes é a percepção de que o amor pode ser um bálsamo, mas não solução. Não existe efeito mágico na vida real. Esse livro entrega essa mensagem, e então, numa virada com uma só palavra, se reconstrói. Mas isso eu também não é magia, é talento.

Pessoalmente, acho a capa muito bonita. É a mesma da versão original, e isso eu comemorei bem antes de ler. O que todos perdemos até a virada da última página é o simbolismo de cada um dos elementos nela. É como se nos fosse pedida uma compreensão que só podemos dar depois do ponto final. A escolha do título, por exemplo, ganha novo peso quando, dependendo do momento, o “mar” assume significados científicos, fictícios, metafóricos e circunstanciais, diferentes ao mesmo tempo que complementares. Todos são verdadeiros.

Depois de dizer muito do que “Mar da tranquilidade” é, eis algo que ele não é: algo do qual você se desprende com facilidade. Essa é um experiência que fica com você e desperta o desejo de que seja compartilhada com os demais. Eu não me excluo dessa, portanto fica aqui a sua chance de ganhar um exemplar do livro. Confira as regras abaixo. Boa sorte!

Título original: The Sea Of Tranquility
Número de páginas: 368
Editora: Arqueiro





Regras do sorteio:

  • Curtir a Fanpage do blog.
  • Ter endereço de entrega no Brasil.
  • Preencher o formulário abaixo.
Sabendo que:
  • Depois das regras citadas acima, todas as outras inscrições são chances extras.
  • A opção de tweetar a frase pode ser feita uma vez ao dia.
  • O formulário possui instruções, então leia-o atentamente.
  • A promoção é válida até o dia 25 de novembro de 2014.
  • O resultado será divulgado neste mesmo post até o dia 27 de novembro de 2014.
  • A pessoa sorteada deverá responder ao e-mail de contato em até 72h, ou o sorteio será refeito.
  • O prêmio será enviado pela Editora Arqueiro.

a Rafflecopter giveaway

15 Comentários

  • Bruna Costenaro
    3 de novembro de 2014 at 03:56

    Participando e torcendo!

    Parece ser um livro denso, que vale a leitura. Sou um bicho curioso e fiquei bem curiosa para espiar o que ele tem para me contar, afinal eu sou das fantasias, raramente me aventuro para fora dos meus muros rs!

    Miquilis

    Reply
  • Luana Melo
    3 de novembro de 2014 at 16:59

    Oi Kimberlly!
    Amei a resenha. Super bem escrita e empolgante!
    Assim, que der eu vou ler esse livro sim, já que gosto de histórias tensas e fortes.
    Obrigada pela dica!
    Beijos*

    http://luahmelo.blogspot.com

    Reply
  • Rodrigo Viny
    4 de novembro de 2014 at 01:52
  • Camila Groppo
    4 de novembro de 2014 at 17:21

    Participando!
    Seguidora Camila Groppo

    Email: groppocamila@gmail.com

    Rafflecopter: Camis Pititica

    Reply
  • Milena Soares
    5 de novembro de 2014 at 13:22

    Estou doida pra ler esse livro. história linda e super emocionante, já foi pra minha lista de próximas leituras.
    Participando e torcendo muito pra ganhar!

    Reply
  • Thiciane Rodrigues
    8 de novembro de 2014 at 02:57

    Participando 🙂

    Reply
  • Moniiqueta
    14 de novembro de 2014 at 01:27

    Sua resenha foi de uma beleza sem palavras…Quando li sua resenha parecia que estava lendo algo tão tocante e marcante que não tem como não querer saber mais do livro..
    Pela maneira que você descreveu o livro parece ser belo mas não piegas.. Parece ser profundo e ao mesmo tempo leve..

    Reply
  • Moniiqueta
    14 de novembro de 2014 at 01:29

    Aliás vou participar da promoção CLARO 😉

    @Moniiqueta
    monica.oli@oi.com.br

    Reply
  • Fernanda Ghiggi
    17 de novembro de 2014 at 00:34

    Participando!!!

    Reply
  • Cristiane de oliveira
    17 de novembro de 2014 at 16:28

    Participando, gosto muito de livros com esse tema.
    cristiane.o35@hotmail.com

    Reply
  • Cristiane de oliveira
    17 de novembro de 2014 at 16:32

    A história é muito boa, gostei muito da sua resenha e já estou louca por esse livro, os livros pra jovens sempre me atraem muito , por que tenho dois em casa e gosto sempre de estar ligada nas coisas da vida, muito bom , espero ler em breve.

    Reply
  • Cristiane Dornelas
    22 de novembro de 2014 at 23:25

    Gosto de tramas com dois ou mais narradores. Dá uma abrangência diferente à trama. E esse é um belo drama pelo que estou lendo, vale a pena. Gosto de livros com uma tonalidade crua, aqueles livros que são reais e sensatos, que não polpam cenas fortes. Esse parece ser assim, uma bela história e muito bem contada. Gostaria de conferir.

    Reply
  • Gladys Sena
    23 de novembro de 2014 at 00:40

    Participando e torcendo!

    Reply
  • Ana Cristina
    24 de novembro de 2014 at 17:26

    Participando ….eu quero muito esse livro

    Reply
  • Ana
    25 de novembro de 2014 at 01:30

    Li ótimos comentários sobre esse livro, e sua resenha reforça essa posição. Mas fico na duvida, já que reflete algo mais realístico, porque confesso que sou romântica e gosto mais de contos de fadas e finais felizes. Quanto a capa, não me chamou a atenção, só que minha curiosidade foi despertada e adoraria ganhar o livro, se não, irei comprar.

    Cláudia Medeiros
    claudia39a@yahoo.com.br

    Reply

Deixe o seu comentário!