5 – Química Perfeita, por Simone Elkeles
Antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro que eu não acho que Química Perfeita seja  ruim. O que faltou? Bem, Simone criou uma história que é claramente um clichê e esse é sempre um risco muito grande a se correr. Gosto da narrativa, apesar de ela, especificamente nesse livro da autora, não ser capaz de me capturar, mas Simone não conseguiu “fugir” muito bem do que se espera de livros do gênero, o que, a meu ver, o enfraqueceu um pouco.
4 – Como Fui Esquecer Você
Aqueles que viram o post no qual o resenhei sabem que foi uma leitura extremamente rápida. No entanto, alguns elementos fora do lugar e uma personagem extremamente confusa e com disposição a mudar de ideia — e sentimentos — de uma hora para a outra têm um poder gigantesco. Um caso claro de poder usado para o mal. Que vergonha, Zoey.

3 – Glimmerglass
Caso típico de frustração causada por expectativas muito altas. Dana, apesar de ter atitude e controle sobre a própria vida (e da vida da mãe também), não conseguiu me convencer totalmente de sua personalidade. Apesar de ser um livro sobre fadas, Glimmerglass foca pouco na magia, me deixando com um gostinho de quero mais meio amargo. Não gostei disso. Existiam momentos de emoção que não conseguiam me passar emoção e intensidade demais quando Dana poderia apenas relevar a situação.
2 – Imortal
Terminei Imortal com a impressão de que a história poderia ter sido mais bem explorada. Previsibilidade, romance e confiança instantânea são elementos que fazem parte dele e que não consegui absorver muito bem. A autora ainda explica, surpreende, mas ao fazer isso a coisa já tinha desandado para mim, por isso não foi o bastante para salvá-lo.
1 – Paixão
Sim, eu já estava avisada. Eu sabia que em paixão Luce viajaria pelo passado e veria a si mesma em diversas outras vidas com o mesmo Daniel, seu Daniel. Mas o que dizer? Eu não esperava que isso fosse acontecer durante o livro todo. Esse foi um caso de pura interação minha com a personagem, porque eu falava com ela, mas é claro que ela não me ouvia e ignorava todos os sinais claros de quando estava fazendo algo errado. Mas o que fez eu me decepcionar ainda mais foi o fato de que eu esperava algumas explicações básicas e, quando elas finalmente chegaram (bem, tecnicamente), acabei ficando confusa. Fechei o livro me perguntando se tinha entendido corretamente.
Nt.: Eu sei que muitos irão discordam deste top 5, que poderão aparecer pessoas em defesa dos citados acima, então comentem e me deixem saber o que estão pensando.