Jojo Moyes em sessão de autógrafos com fãs no Rio de Janeiro

Dizer que Jojo Moyes é uma das autoras mais bem-sucedidas dos últimos tempos chega a ser batido. São mais de dez livros com edições espalhadas pelo mundo. Em 2016, a britânica bateu record nas listas de mais vendidos no Brasil ao emplacar cinco títulos na categoria de ficção do Publishnews em uma única semana, além de fechar o ano com o recém-adaptado para os cinemas “Como eu era antes de você” em primeiríssimo lugar.

Se o número de “Jojolovers” brasileiros parece multiplicar a cada dia, não é impressão. Que o digam os que participam dos encontros organizados no Rio de Janeiro e em São Paulo, mesmos estados que receberam a visita de Jojo neste mês de maio. 400 leitores marcaram presença em ambos os eventos, restritos a um total de 200 pessoas cada.

No Rio, o clima era de expectativa. Em plena segunda-feira, a fila para a distribuição das senhas começou com os que viraram a noite no shopping Riosul, em Botafogo. Às 6h já eram 22 esperando pelas pulseiras distribuídas pela equipe da editora pontualmente às 8h. Mas, de longe, o que mais marcou o dia foi a soma de tranquilidade e organização. Nada de confusão, atrasos ou ânimos negativamente exaltados. Com o início da sessão marcado só para as 18h, muitos voltaram para casa, trabalho ou estudos. Por fim, o que mais se via dentro o mar de “Como eu era antes de você” a tiracolo era gente encantada com o carinho de Jojo com os leitores.

Caroline Santos, blogueira do Leituras Diárias, conta que um dos motivos de acompanhar o trabalho de Moyes é ela conseguir inovar em seus romances ao fugir de fórmulas saturadas. “A história me toca pela facilidade que a autora tem de transmitir os sentimentos dela no livro”, diz.

São Paulo recebeu a autora no dia 9 de maio, na Saraiva do Shopping Pátio Paulista. Antes de seguir para a Argentina ela ainda participou de uma transmissão ao vivo exclusiva no dia 10, com direito a perguntas enviadas pelo Twitter e sorteio de brindes e livros autografados.