Menu

[Resenha] Lições de Amor — Ali Cronin

“Lições de amor” é o quarto dos seis livros que formam a série teen Garota ♥ Garoto, da britânica Ali Cronin, também autora do livro inspirado na série de TV “Skins”. Antes dele vieram, respectivamente “Nada é para sempre”, “Dizem por aí” e “Três é demais”. O quinto, “A garota certa”, foi publicado pela Editora Seguinte em março.

Seguindo a linha da série de manter de um protagonista por livro, esse traz sob os holofotes uma artista por natureza: Donna. O sonho de ser atriz sempre acompanhou Donna, mas a dificuldade em acompanhar as lições e manter boas notas vem se mostrando cada vez mais um obstáculo a ser urgentemente ultrapassado. Algo precisa ser feito logo, pois as provas finais de inglês estão se aproximando e ela precisa de uma boa nota justamente nessa matéria em que parece ter tudo para ficar reprovada para ser aceita em qualquer faculdade de teatro.

A solução encontrada é sucumbir aos incentivos do pai e da nova namorada desagradável que ele arrumou. Então, na intenção de fazer ela mesma a escolha por um professor particular, Donna acaba entrando no caminho de Will, o lindo, carismático e inteligente garoto que ensina inglês como forma de renda extra. A partir daí, entre momentos doces juntos e a elaboração do trabalho sobre Romeu e Julieta, os dois se aproximam o suficiente para que a garota duvide da regra sob a qual passou a viver depois da última experiência amorosa: não deixar que os outros se aproximem para evitar se permitir ser magoada. Resta apenas saber se ela está preparada para se abrir para sua própria história de amor.

Todos achavam que eu era uma garota superfeliz e de bem com a vida. Sabe, ninguém é totalmente sincero – todos nós nos inventamos um pouco. Mas, na verdade, eu não era totalmente descontraída. Na verdade, eu me preocupava o tempo todo. Me preocupava com a possibilidade de não passar nos exames. E com a possibilidade de não dar certo como atriz e ter que viver uma vida amarga, distorcida e com um emprego horroroso. Me preocupava com a possibilidade de nunca me apaixonar. E com a possibilidade de ninguém se apaixonar por mim. E receava que, se algum dia eu me apaixonasse, e por milagre a pessoa também se apaixonasse por mim, a relação não iria durar.

Se há algo que não mudou em minha opinião sobre “Lições de amor” desde que decidi lê-lo é o fato de ele pertencer a uma série que começou mal. Lá no primeiro volume (leia a resenha), a experiência que vivi foi suficientemente traumática para que eu não quisesse continuar insistindo com os seguintes. Não havia muito ao que me agarrar para ter esperança. Foi somente após mais três livros que vi oportunidade para um tira-teima. Hoje posso dizer: não tenho opinião formada sobre a série como um todo (não li todos os livros!), mas ao menos um dos títulos vale a leitura.

A narração em primeira pessoa é ágil, simples e objetiva. O casalzinho da vez é pura fofura! Donna é uma ótima progonista: tem problemas familiares, de comunicação e autoestima, mas é forte, tem senso de humor, aprende com os erros, supera dramas. Ela cresce, evolui. Por ser negra, questões raciais também são trazidas, embora infelizmente não tenham aprofundamento. No fundo, tudo bem, entendo que o objetivo aqui não é causar grandes reflexões, portanto respeito a opção da autora.

Agora sim tive minha chance de ver que Ali Cronin sabe o que faz. Ela sabe se comunicar com seu público-alvo. “Lições de amor” é adorável, é jovem, é sincero. E para mim, uma reconciliação com a série a qual pertence.

Título original: Lessons In Love
Editora: Seguinte
Número de páginas: 296

1 Comentário

  • Jacqueline Braga
    1 de junho de 2014 at 14:34

    eu também não curti o primeiro, mas garanto que todos os livros seguintes da série são bem melhores. Depois da sua resenha, estou mais ansiosa para ler esse agora.
    bjos
    http://www.mybooklit.com

    Reply

Deixe seu comentário aqui: