Menu

Minha nossa, eu achei que esse Carnaval nunca passaria. Ou melhor, essa viagem de Carnaval.
Agora, de volta, tenho mais alguns livros aqui pelos quais estava ansiosa para ter na minha prateleira a tempos, o que, claro, foi a melhor parte .

Dezesseis luas

Já tinha lido um pouco e até comentado desse livro aqui. Mas agora eu li de verdade não que tenha como ler de mentira. Ou talvez até tenha e gostei. Ele é grande (tem 488 páginas) e acabei com ele muito rápido – em dois dias. Gostei da Lena, gostei do Ethan e mais ainda da história.
Quando eu começava a achar que tinha sacado tudinho… pronto! Não era nada do que eu tinha pensado e isso foi o melhor de tudo. Não é um livro todo meloso (pelo menos eu não achei), mas tem cumplicidade e carinho extremo entre a Lena e o Ethan. E o final já foi um pouco esperado por haver cinco livros depois de Dezesseis Luas. Tem que render história.

De uma forma boa o final foi triste e feliz ao mesmo tempo, me deixando com grandes expectativas para os próximos.

Crescendo

Em resumo: Crescendo não foi isso tudo. Claro, não preciso nem falar o quanto eu amo a série – e o Patch *-* – mas a verdade é que ele me decepcionou. A sensação que eu tinha era que a Becca estava me enrolando, dando voltas. A Nora “emburreceu” completamente. Ela parecia a Bella. Mesmo. Por falar nela, o livro me lembrou Lua Nova com o Patch estando e não estando ali ao mesmo(leia e você vai entender). Ela se colocava em perigo para ver se tinha ele por perto, saia com o Scott pra esquecer e tentar magoar ele. Estragava todas as chances de resolver as coisas.Eu adivinhei o que estava acontecendo ali na metade do livro e a Nora à cegas. Não sei o que dá nessas mocinhas nas sequências.
Com isso, não posso dizer que foi O livro, mas também não de todo ruim. Só que, é claro, era de se esper muito mais em comparação a HUSH,HUSH.
Indico ainda assim, porque dá um pouco de vontade de ver logo a Nora deixar de enrolar e as coisas se resolverem, descobrir as surpesinhas escondidas e principalmente para fazer a conexão em Silence.

Seja o primeiro a comentar!

    Deixe seu comentário aqui: