Menu

[Resenha] A Catastrófica História de Nós Dois — Jess Rothenberg

    A Catastrófica História de Nós Dois, publicado nos Estados Unidos em
    fevereiro deste ano, é o primeiro livro de Jess Rothenberg, que, antes de estrear
    como autora, editava livros para jovens. Títulos de séries conhecidas como
    Strange Angels (Lili St. Crow) e Academia de Vampiros (Richelle
    Mead) passaram por suas mãos.
Brie Eagan tem
tudo o que uma garota poderia desejar. Ok, talvez nem todas queiram ter nome de
queijo, mas, mesmo assim, ela pode se considerar uma garota sortuda. Ter uma
família feliz, amigas incríveis e um namorado maravilhoso realmente é um privilégio.
A vida vai indo muito bem, obrigada. Mas então, pouco antes de completar 16
anos, Brie recebe de cortesia do namorado outra coisa que as garotas não
gostariam de ter: um coração partido. E morre. De coração partido, literalmente.

Lá estava,
exatamente como a radiografia indicava. Apesar de toda a ciência não ser capaz
de explicar. Mesmo que aquilo fosse o tipo de coisa que só acontece em músicas românticas.
Olhei por cima do ombro do meu pai, por cima do meu cadáver, e encarei os
fatos. Lá estava ele.
Meu
coração.
Dormindo. Silencioso.
E partido ao meio, duas metades extraordinariamente iguais.

    A história
    gira em torno da passagem de Brie para a vida eterna e das fases pelas quais ela
    passa até se encontrar. O livro é muito bem dividido em cinco partes, sendo
    elas as cinco fases do luto pelas quais a personagem passa, começando pela
    negação e indo até a aceitação. Claro que o caminho entre um e outro é longo e
    difícil, especialmente para uma garota tão nova, mas, contando com a ajuda de
    um estranho (mas simpático) falecido que também está no mesmo pedacinho céu,
    Brie vai dando pequenos passos em direção à fé e ao amor perdidos.
    É verdade
    que a autora mostrou que tem criatividade, porém também é verdade que existem
    coisas que não ficaram bem amarradas. Olhando para a história toda agora,
    depois de me recuperar da emoção, vejo o quanto ela é doida. O mundo pós-morte
    criado por Rothenberg é meio doido. Não, bem doido. Existem coisas que não
    fazem sentido nem de acordo com a lógica inventada para o livro, daí fica um
    pouquinho difícil se deixar levar. Vez ou outra aparece algo para o qual é
    preciso fechar os olhos para que a implicância fique de lado e a leitura possa
    continuar.

    A
    Catastrófica História de Nós Dois
     é um romance me ganhou no quesito emoção. A leitura fluiu maravilhosamente bem, tudo porque a
    autora conseguiu mexer comigo desde as primeiras páginas. Tudo pelo que Brie passou depois da morte, como, por exemplo, a descoberta do que levou Jacob a terminar o namoro e a visão do que acontecia na Terra com o passar do tempo, tudo teve uma delicadeza  e beleza tão grande que eu consegui até passar por cima dos momentos irritantes da personagem. O final me pegou de surpresa, me fez sentir vontade de engolir logo todas as palavras. Apesar de tudo, Jess Rothenberg teve uma boa estreia. 

    Título Original: The Catastrophic History of You and Me
    Editora: Rocco
    Número de páginas: 384
    ISBN: 9788579801099

6 Comentários

  • Alice Aguiar
    7 de setembro de 2012 at 16:54

    eu nao conhecia esse livro, parece bem a minha cara.

    Reply
  • Gabi
    7 de setembro de 2012 at 18:48

    Não conhecia esse livro, mas gostei da proposta. E foi bem estranho essa do coração partido mesmo o.õ

    Eu sou bem emotiva, então provavelmente vou ficar igualzinha a você ;P

    Beijitos

    Reply
  • Jacqueline Braga
    10 de setembro de 2012 at 01:05

    Ain Kim, eu acho que vou me emocionar bastante lendo esse livro, essas histórias de coração partido sempre acabam partindo o meu shahsuahsua
    bjos

    Reply
  • Guilherme Kunz
    10 de setembro de 2012 at 17:26

    aiii to sussa.. nao aguento mais romance, fora a pilha do nicholas que tenho aqui,, tenso. aksokaos

    Me visita?
    Guilherme Kunz
    tematoa.blogspot.com.br

    Reply
  • Thamires Lacerda
    10 de setembro de 2012 at 23:43

    Nunca ouvi falar desse livro rs, mais pela sua resenha, até que curti =)
    Beijos, Thami.

    http://www.souseuastral.blogspot.com.br

    Reply
  • Luisa Freiheit
    19 de setembro de 2012 at 21:57

    Gostei bastante da criatividade da autora em literalmente partir o coração da protagonista em dois pedaços. Mas é uma pena que ela tenha exagerado um pouquinho na tal criatividade e criado um mundo pós-morte pouco realista, acredito que o livro poderia ser um pouquinho melhor se ela tivesse pensado melhor na criação de tal mundo.
    No geral é um livro que estou com vontade de ler, mas não está no topo da lista!
    Luh
    http://blog.fomedelivros.com.br/

    Reply

Deixe seu comentário aqui: