Menu

A feliz estreia de Lauren Kate na ficção adulta

Depois conquistar milhares de fãs com os anjos da série “Fallen”, adaptada para os cinemas em 2016, Lauren Kate fez sua estreia nos romances históricos com “A canção da órfã”. Agora na Editora Record, o livro é também o primeiro dos seus trabalhos o público adulto, chegando ao Brasil depois de outros best-sellers juvenis como “A traição de Natalie Hargrove”, “Teardrop” e “Desilusão”, publicados pela Galera Record.

A nova história convida o leitor a vestir uma máscara, embarcar numa gôndola e navegar pelos canais da Veneza do século XVIII. Chegou a hora de conhecer Violetta e Mino, duas crianças abandonadas em um hospital transformado em orfanato, cujo conservatório se dedica a ensinar música.

Embora a rigidez dentro dos muros do Incuráveis seja grande, Violetta cresce como uma corista de coração sonhador, que deseja fugir do orfanato para desbravar o mundo. Quando seu caminho cruza com o do misterioso violinista Mino, a conexão instantânea entre os dois leva a uma amizade que logo se transforma em algo mais. Afinal, ele também sonha em escapar e viver a vida que lhe foi negada até então. O que eles não imaginam é que do lado de fora, longe dos limites que sempre conheceram, a realidade é bem mais cruel do que ambos imaginavam.

Por anos, os dois haviam cultivado aquela música dentro de si. Agora, era quase possível ver a canção entrando no mundo. Ela fora liberada, uma força física, uma mudança súbita na luz e no céu.

LEIA TAMBÉM:

[Resenha] “Dance of thieves” – Mary E. Pearson

A arte de se reinventar

Se era versatilidade que Lauren Kate queria comprovar, pode considerar a missão cumprida. Aliás, pode aproveitar e escrever mais ficções adultas, porque acertou o alvo em cheio. Acompanhar a história de Mino e Violetta é como viajar no tempo, sentindo as dores e alegrias de cada segundo.

Essa é uma jornada intensa, narrada tanta suavidade que desperta empatia com facilidade. Estamos falando de um livro que fala de amor, sacrifício, segredos e busca familiar, todos temas bem desenvolvidos. Mas deixe que eu te avise: a verdadeira estrela da vez é a ambientação. Que trabalho bem feito! Dá para ver o quanto a autora investiu na pesquisa e na preparação – felizmente!

O equilíbrio entre os vários elementos em destaque é garantido com a dose certa do romance, pois nem rouba os holofotes nem fica esquecido pelo caminho. Sobra drama? Sim! Mas nada extrapole os limites do contexto, então segue o veredito aprovação. “A canção da órfã” é um prato cheio especialmente para quem já conhece ou acompanha autora, que conseguiu inovar sem abandonar o próprio estilo.

Título original: “The orphan’s song”
Autora: Lauren Kate
Editora: Record
Número de páginas: 322
ISBN: 978-85-01-11710-6
Onde comprar: Amazon

Seja o primeiro a comentar!

    Deixe seu comentário aqui: