Menu

Autora de sucessos como “Um tom mais escuro de magia”, V.E. Schwab não só coleciona prêmios como também está no topo da lista de leitura de vários autores, desde Laini Taylor até Chuck Wending. “Vilão” é o primeiro volume da série que leva o mesmo nome, seguido por “Vingança”, também publicado pela Editora Record.

Victor e Eli, dois jovens brilhantes, arrogantes e solitários, se conheceram na Universidade de Merit e logo se deram bem, identificando um no outro a mesma sagacidade e a mesma ambição. No último ano da faculdade, o interesse em comum numa pesquisa sobre adrenalina, experiências de quase morte e poderes sobrenaturais lhes oferece uma possibilidade antes inimaginável: de que uma pessoa, sob as condições certas, seja capaz de desenvolver habilidades extraordinárias. No entanto, quando colocam em prática essa teoria, as coisas dão muito errado.

Dez anos depois, Victor foge da prisão, determinado a encontrar seu antigo amigo — agora inimigo. Para localizá-lo, ele conta com a ajuda de uma garotinha, Sydney, cuja natureza reservada esconde uma habilidade sem igual, mas extremamente perigosa. Enquanto isso, há dez anos Eli tem uma única missão: erradicar todas as pessoas ExtraOrdinárias que encontra, pois são todas aberrações, afrontas a Deus — exceto sua ajudante, Serena, uma mulher enigmática e persuasiva, capaz de impor sua vontade a qualquer um.

Agora, armado com poderes terríveis e movido pela lembrança da traição e da perda, Victor caça seu arqui-inimigo em busca de vingança e de um embate no qual sabe que um dos dois deve morrer.

Alguém poderia muito bem se dizer um herói e mesmo assim sair por aí matando dezenas de pessoas. Outro poderia ser rotulado de vilão por tentar impedi-lo. Muitos humanos eram monstros, e muitos monstros sabiam fingir humanidade.

“Vilão” funciona quase como um fenômeno da natureza. Com seus personagens marcantes, enredo envolvente e narrativa fluida, ele simplesmente chega e não dá outra alternativa ao leitor além de se render.

Essa é uma história sobre heróis e vilões, mas também sobre inveja, ambição, desejo. É tudo o que você poderia desejar da forma que menos esperaria. E como é bom que seja pelas mãos da Schwabs, porque ela tem um jeito único garantir que a dedicação de tempo e energia ao livros valha a pena. Até hoje, nunca saí decepcionada.

O enredo se equilibra na sutileza do que define bem e mal, girando em torno da verdade que não queremos ver: nem é fácil determinar a diferença. Alternando entre presente e passado, também acompanhamos a relação entre Victor e Eli, o que ressalta o quanto os personagens são complexos tanto individualmente quanto juntos.

Sem romance, “Vilão” ficou ainda melhor. Cada escolha foi claramente pensada, e esse foi mais um acerto. Tudo acontece por um motivo, até mesmo os pequenos detalhes. Esse é o tipo de livro que exige atenção do jeito que é, como um tiro certeiro no alvo. A única coisa que dá para sentir falta é a continuação do lado para emendar os dois de uma vez.

Informações Técnicas

Título original: Vicious
Autora: V.E. Schwab
Editora: Record
Número de páginas: 364
ISBN: 978-85-01-11372-6

Seja o primeiro a comentar!

    Deixe seu comentário aqui: