Menu

Na Hora da Virada

Depois do (merecido) sucesso de “O ódio que você semeia”, adaptado para os cinemas em 2018, o segundo romance de Angie Thomas chegou ao Brasil como “Na hora da virada”. Também publicado pela Galera Record, o livro dá aos leitores uma nova protagonista pela qual torcer, em uma história sobre a luta pelos próprios sonhos e as dificuldades de ser quem você é, não quem esperam que você seja.

Bri é uma garota de dezesseis anos cujo maior desejo é se tornar uma das maiores rappers de todos os tempos. Ou, pelo menos, ganhar sua primeira batalha. Filha de uma lenda do hip-hop underground que teve o sucesso interrompido pela morte prematura, ela carrega o peso dessa herança por onde quer que vá.

Mas é difícil ter a segurança de estrear quando não se tem paz nem na escola. E, para piorar, os armários e a geladeira estão vazios desde que a mãe de Bri perdeu o emprego. É aí que ela transforma toda sua raiva em uma primeira música que viraliza… pelos motivos errados!

De adolescente sonhadora a descrita pela mídia como ameaça à sociedade, Bri não tem outra escolha além de assumir os rótulos que da opinião pública. Agora ela vai precisar te todo o seu talento para ajudar a família, lidar com as polêmicas e dar a volta por cima.

“Agressiva” é usada para me descrever com muita frequência. Deveria significar ameaçadora, mas nunca ameacei ninguém.

Angie Thomas acertou o alvo de novo, e quem sente o impacto são leitores. Com uma abordagem e uma proposta diferentes, dessa vez conhecemos uma personagem complexa, cheia dos erros típicos da adolescência. No decorrer da leitura, as emoções da Bri são nossas, toda a raiva, frustração, medo e urgência são transferidos, enchendo cada página de significado.

O equilíbrio por trás da escrita faz toda a diferença. “Na hora da virada” é sobre injustiças sociais, lutas diárias, superação e amadurecimento, além de também falar sobre relações familiares família, proteção, amor e empoderamento. Não é preciso tirar nem pôr.

Assim como a potência da narrativa em si, as rimas da Brie fazem toda a diferença na intensidade da história. Cada pequeno detalhe se soma, porque essa é a vida de uma garota guiada não apenas por forças externas, mas pelas consequências das próprias escolhas, boas ou más.

“Na hora da virada” chegou causando alvoroço, especialmente com as altas expectativas dos fãs de “O ódio que você semeia”. Então, se a questão era fazer jus ao sucesso anterior, a autora pode respirar aliviada. Agora é esperar pela adaptação a caminho enquanto o próximo lançamento de da Angie não vem.

Informações Técnicas

Título original: “On the come up”
Autora: Angie Thomas
Editora: Galera Record
Número de páginas: 378
ISBN: 978-85-01-11704-5

Seja o primeiro a comentar!

    Deixe seu comentário aqui: